,

É fechado primeiro acordo judicial via aplicativo no TRT15ª Região, um dia após o seu lançamento

 

O fato ocorreu em Campinas, pelo aplicativo recém lançado denominado “JTe”
 
 
Foi fechado o primeiro acordo via celular do TRT 15ª Região, na última sexta-feira (09), um dia após o lançamento do aplicativo  Justiça do Trabalho Eletrônica (JTe). O  Cejusc1-JT de Campinas (Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas da Justiça do Trabalho), com a coordenação da juíza Dra. Ana Cláudia Torres Vianna, diretora do Fórum Trabalhista de Campinas e responsável pelo Cejusc1, mediou o primeiro acordo usando a funcionalidade “CHAT” disponibilizada pela ferramenta.
 
“É um dia importantíssimo na história do Cejusc de Campinas. Nós já temos experiências com a utilização do WhatsApp, mas com algumas dificuldades. O aplicativo é muito fácil de utilizar e garante maior celeridade processual”, afirma Dra. Ana Cláudia.
 
A ação em questão era de um trabalhador, que estava com dificuldades financeiras à espera da audiência que estava marcada somente para o dia 20 de junho. O aplicativo do JTe foi visto como uma possibilidade de agilizar o processo e adiantar o recebimento dos valores pelo trabalhador, com encerramento rápido da ação.
 
É um marco pois este aplicativo ambientado no Processo Judicial Eletrônico (PJE),  proporciona uma segurança antes não tida via WhatsApp. Além disso, o advogado ganha celeridade, não precisa se deslocar nem deslocar o cliente, tem a possibilidade de antecipar a conciliação e promover a pacificação social. “Temos acesso efetivo ao Processo Judicial Eletrônico por meio do aplicativo e a garantia de muitas outras facilidades, como a criação do grupo para mediação, que possibilitam a efetivação do acordo com rapidez e segurança”, afirma Priscila Souza Leite, advogada do reclamante que participou do primeiro acordo do TRT15 realizado pelo WhatsApp, em 2015.
 
Para o advogado da empresa de transportes, Marcos Alcindo de Godoi Moraes, o novo sistema também está aprovado. “A grande vantagem do aplicativo Justiça do Trabalho Eletrônica é que permite transacionar no próprio processo, além de repensar o deslocamento das partes ao fórum”, finaliza.
 
O acordo foi fechado via aplicativo entre os advogados Priscila Souza Leite e Marcos Alcindo de Godoi Moraes, e mediado pela servidora Flavia Pinaud de Oliveira Mafort, com duração de pouco mais de uma hora. O aplicativo já está disponível para download e a previsão é de que mais acordos sejam fechados via celular.
 
Sobre a Souza Leite Advocacia
A Souza Leite é uma rede de escritórios de advocacia em Campinas, com foco em causas trabalhistas. O Escritório conta com  estratégias inovadoras que agilizam e facilitam o trâmite de conciliação entre as partes.  
 
Siga a Kryp nas redes sociais
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *