, ,

E-mail marketing – 10 práticas para melhorar a captura de e-mails

Se você trabalha com inbound marketing e quer que os clientes em potencial acessem seu conteúdo, é preciso ter uma estratégia de e-mail marketing bem direcionada e estruturada. Para isso, você precisa, antes de tudo, aprender a capturar e-mails para que esses clientes em potencial se transformem em leads. Mas antes de mostrar melhor quais são essas estratégias de captação de e-mails, vamos entender melhor o que é e-mail marketing? 

E-mail marketing é todo tipo de comunicação feita via e-mail entre a empresa e o cliente potencial. O maior cuidado a ser tomado é criar e-mails que não pareçam automatizados, mesmo que sejam, para que você não vá parar na caixa de SPAM. O objetivo desses e-mails é aumentar o vínculo com o cliente e agregar informação a ele, como entregar um conteúdo novo e entender do que ele precisa, por exemplo. Lembre-se: o inbound marketing trabalha com atração e relação com o cliente, a venda se torna consequência do processo, ao contrário do outbound, que enxerga a venda como causa de todo processo.  


Através do e-mail marketing é possível usar diversas formas de comunicação de acordo com cada situação, como por exemplo: vendas, conteúdo novo, download, preenchimento de formulário, data comemorativa e etc. Os tipos de e-mail marketing mais usados são:  

  • Newsletter: nutre relacionamento de um jeito leve e próximo, abordando diversos assuntos; 
  • E-mail promocional: não divulga promoções, apenas. Ele promove uma oferta, como conteúdos gratuitos ou um produto em si; 
  • E-mail sazonal: mensagem personalizada em datas especiais, como aniversário e natal, por exemplo; 
  • E-mail de boas vindas: é enviado ao cliente assim que ele se torna lead e a principal função é fazer com que o usuário avance na jornada de compra dele; 
  • E-mail para clientes inativos: faz ofertas interessantes dentro de uma periodicidade adequada para o público em questão. A relevância do assunto aqui é fundamental, assim como uma boa segmentação; 
  • E-mail para ecommerce: fundamental para empresas que trabalham com ecommerce, pois ajuda no relacionamento e aumento da taxa de conversão. Pode ser usado, também, para enviar promoções e mostrar as novidades; 
  • Automação: interação entre empresa e lead, de maneira automatizada. Isso funciona através das ferramentas de captura de e-mails. Cada ação do cliente determina qual será o próximo e-mail que ele irá receber. Lembre-se que é automatizado, mas não robotizado. Deve agregar conteúdo, exclusividade e personalidade. 

Dito isso, é preciso compreender que, para disparar e-mail marketing é necessária uma boa base de e-mails. Uma campanha bem sucedida precisa de uma boa base de contatos – não uma base comprada, porque seu objetivo é vender para a persona ideal, não apenas agregar números à sua caixa de e-mails enviados. E como fazer uma base específica e efetiva de e-mails? Existem algumas formas criativas e gratuitas que podem te ajudar:   

1. Popups 

Pop-ups são aquelas janelas que aparecem na sua tela, ao entrar em um site, geralmente com alguma oferta ou ação para download. É uma ferramenta fundamental para captação de e-mails e conversão de leads, mas é preciso tomar cuidado para não tornar chata a experiência do usuário. Se o pop-up é muito invasivo, repetitivo ou o usuário não conseguir fecha-lo, ele vai sair do seu site. E esse não é o objetivo. Quando feito de forma correta, converte muito, principalmente se você escreve artigos muito específicos com palavras-chave direcionadas para o seu público. Isso faz com que você atraia apenas quem quer realmente ler o seu conteúdo, sendo assim é muito mais fácil de converter isso em um cadastro em sua newsletter, por exemplo. 

2. Otimização de página de confirmação de e-mails 

Essa etapa é muito importante! O primeiro benefício é a inscrição do usuário, podendo explicar a ele visualmente as etapas para realizar essa inscrição. Depois disso, é possível adicionar uma etapa que faça com que o usuário confirme imediatamente a inscrição e logo após isso explicar o benefício de se inscrever em sua newsletter, podendo até oferecer um “up-sell”, como por exemplo: 

“Muito obrigado por se cadastrar, baixe gratuitamente o ebook com as principais práticas em redes sociais”.  

Isso fará com que o usuário se sinta muito mais bonificado por se inscrever em sua newsletter e escolha fazer parte disso. 

3. Fazer o visitante se sentir constrangido caso ele não se cadastre em sua lista 

Faça com que o usuário sinta que está perdendo algo muito importante ao não se inscrever em sua lista de e-mails, como por exemplo:  

“Você vai querer continuar trabalhando 5x mais, se com as técnicas da Kryptonita você pode trabalhar muito menos e ter muito mais resultados?”.  

Parece simples, mas técnicas como essa fazem com que o usuário sinta que está perdendo algo muito valioso. Lembre-se que o objetivo é agregar conteúdo e estreitar o relacionamento. Ele precisa sentir que necessita daquilo e que será vantajoso para ele. 

4. Provas sociais 

Adicione provas sociais em suas páginas de captura, depoimentos de pessoas que realmente tiveram melhorias no trabalho delas a partir do conteúdo disponibilizado por você, por exemplo. Adicione boas provas e provas reais, nada de inventar personagens fictícios, hein? Tente conseguir depoimentos de pessoas importantes no mercado que você atua. Depoimentos falsos falam de resultados falsos, que você não conseguirá proporcionar ao novo usuário. Com isso, as chances dele se decepcionar com seu negócio são muito maiores. Seja verdadeiro para obter resultados verdadeiros.; 

5. Landing pages 

Você precisa testar cores, frases, tipografias, imagens e templates. Otimize as páginas de destino que convertem mais e invista seu tempo reforçando a identidade visual que gera mais conversão em sua página de captura. Uma simples alteração de “azul” para “vermelho” em um call to action, por exemplo, pode gerar 10% mais conversões. Por isso o teste é essencial para entender o que funciona melhor para o seu site e gera mais resultados para o que você procura. 

6. Campanhas integradas com social media 

Faça suas landing pages, artigos, ebooks, “bombarem” nas redes sociais. É lá que os clientes passam a maior parte do tempo, certo? Impulsione publicações com o destino apontado para seu conteúdo produzido e atraia mais visitantes, consequentemente, capture mais e-mails. 

7. Use palavras-chave que despertem desejo no usuário 

Palavras-chave geram ranqueamento do seu site, isso faz com que seu site se posicione melhor nas buscas do Google, de acordo com as regras de SEO (Search Engine Optimization). Palavras-chave mais genéricas geram mais tráfego, porém menos conversão, por isso foque nas mais específicas, que geram menos tráfego porém mais conversão. Isso que importa.  

8. Bônus aos novos assinantes 

Ofereça aos novos assinantes materiais gratuitos, como por exemplo:  

“Baixe agora o ebook GRATUITO sobre as principais práticas que sua empresa deve ter no Twitter”. 

Soa vantajoso para o usuário e aumenta o vínculo dele com sua empresa. 

9. Bônus extras  

Ofereça bônus aos novos assinantes, por exemplo:  

“Baixando este ebook você receberá 14 conteúdos gratuitos de Como criar um funil de vendas muito mais efetivo”. 

Continua vantajoso e ele só terá motivos positivos para continuar acessando seu site. Cada ação dele, é um e-mail capturado para uma nova ação seguinte, garantindo o fluxo efetivo da automação. 

10. Ativar o medo da perda 

Faça com que a pessoa se sinta com receio caso ela não se inscreva em sua lista. Ela precisa sentir que está perdendo o mapa do pote de ouro no final do arco-íris, caso ela não assine agora a sua lista. É preciso criar o desejo e necessidade nela, para que a assinatura seja espontânea, não imposta, proporcionando uma ótima experiência do usuário. 

Ao seguir essas dicas, suas chances de conseguir criar uma boa base de e-mails e rodar sua automação, newsletter ou qualquer outro tipo de e-mail marketing, serão muito maiores e mais efetivas!  

Pronto para começar a capturar? 😉

Siga a Kryp nas redes sociais
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *