, ,

Família tradicional BRASILEIRA

Eu costumo dizer que a propaganda é como aquele seu vizinho que bate a  porta da sua casa, pedindo uma xícara de açúcar e te convida a entrar para tomar um café. Ele te pede algo e em troca lhe oferece companheirismo. As campanhas de marketing e publicidade tem como base demonstrar o que as empresas ou o profissional tem a oferecer aos cidadãos e o que elas podem ganhar se investirem seu tempo, dinheiro e confiança naquele produto ou serviço. Esse ganho pode ter tangível (material ou trabalho) ou intangível (emocional ou necessidade).

tumblr_static_tumblr_static_duy4zwjny4g0w4g0sogw0scg4_640

Como um espelho

 

Para que alguém compre a ideia e faça uso do produto que está sendo explanado, precisa haver uma conexão, uma ligação entre a pessoa e a marca, e essa ligação se dá pela representação, pela associação benéfica que aquela empresa vai me dar. Se aparece uma comercial de hambúrguer, ele precisa me inspirar a sentir desejo de comer. Se eu tenho um encontro e quero impressionar uma pessoa, e aparecer um anúncio de perfume ou roupas que atenda o meu objetivo, vou sentir tentado a adquirir para me ajudar.

 

Essas “necessidades” se acionam quando vemos nessas peças, seja em qualquer plataforma de mídia, o nosso contexto, a nossa vida, a nossa rotina sendo representada ali, gerando identificação e propósito. Ou até mesmo a vida que nós queríamos ter.

 

Entretanto…estamos tendo probleminhas nessa questão.

 

Antes, vou deixar alguns links que demonstram gargalos de clientes, mercado e representação das classes sociais:

 

http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2015/06/01/o-boticario-e-criticado-nas-redes-sociais-apos-comercial-com-casais-gays.htm

 

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/01/160109_publicidade_brancos_tailandia_cj_lab

 

http://noticias.r7.com/fala-brasil/videos/propaganda-racista-da-uniao-europeia-causa-polemica-20102015

 

http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/caneta-bic-causa-polemica-com-propaganda-machista

 

http://varelanoticias.com.br/propaganda-do-banco-santander-com-gerentes-em-poses-sensuais-gera-polemica/

 

http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/brasil/2016/01/12/interna_brasil,621025/considerada-machista-propaganda-do-sisu-causa-polemica-nas-redes-soci.shtml

Nosso país, desde a época da colonização é composto por diversos povos, culturas, tribos e pessoas de várias partes do mundo. Somos um povo miscigenado, misturado e que se relaciona, se apaixona, constrói laços e faz com o que o Brasil cresça e evolua a cada dia. Somos um povo que precisa ser representado não apenas por um família singular, com uma postura, uma forma de se relacionar ou uma estética. Precisamos de várias representações, de peças variadas para mostrar o povo do qual fazemos parte.

tumblr_npicffRq3h1qicfexo1_400

Infelizmente algumas empresas e profissionais não se atentam a isso e ainda acreditam que as campanhas precisam demonstrar estereótipos que já foram ou estão sendo desconstruídos. Não, não somos a família “comercial de margarina”. É preciso haver peças publicitárias e social media que atentem para a representatividade de todas as classes que compõe este país. E que representem bem a sociedade em que vivemos. Não somente em época sazonais.

 

É preciso ter sabedoria com as peças, envolvendo as marcas que atendem a massa como um todo com as diferentes classes sociais que temos. Todos nós somos clientes e todos merecem uma representação fiel da nossa realidade. Essa história de que só a família branca, heterossexual e rica que faz compra no supermercado está mais ultrapassada do que anúncio de disquete.

 

Se você quiser fazer um ótimo trabalho, pesquise. Converse com formadores de opinião, leia cases que foram bem sucedidos na proposta, estude estratégias de marketing que atendam todas as camadas nas plataforma de mídia ou simplesmente dê uma volta pela cidade, converse com o povo e veja o que eles mais sentem falta ou o querem que apareça. Lembre-se: todos são clientes.

 

Mas, uma coisa é válida: não esconda ou seja omisso nas suas peças. Afinal, a família tradicional brasileira é aquela que ama todas as características que tornam cada indivíduo singular, mas sendo parte  de um todo. Represente essa família.

 

Siga a Kryp nas redes sociais
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *