, ,

A influência da internet nos negócios do futuro

Graças à influência da internet, o mundo empresarial tem passado por uma verdadeira revolução nos últimos anos. A forma de buscar, armazenar e utilizar informações se alterou profundamente e isso provocou impactos sobre toda a cadeia produtiva como a conhecemos.

No entanto, é fato que essa é uma questão dinâmica e não se encontra nem próxima da estabilização. Diversos avanços tecnológicos estão em andamento e todos eles se baseiam em formas otimizadas de aplicação da internet. Vejamos como isso influencia a gestão de negócios (e a maneira pela qual os gestores podem estar preparados para isso).

A indústria 4.0

Para entender a influência potencial da internet sobre as empresas nos próximos anos, precisamos nos concentrar em um termo que se encontra em alta: Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial. Trata-se de um conceito que representa modificações produtivas por meio de inovações tecnológicas no campo da automação de processos.

Trata-se de uma das principais modificações da história da administração, uma vez que quebra uma série de paradigmas e propõe um caminho gerencial fundamentado no uso de recursos considerados secundários no passado.

A ideia consiste em aplicar princípios e conceitos que criem sistemas produtivos baseados nos seguintes aspectos:

  • Análise de dados e aplicação de informações em tempo real. A ideia é que haja coleta, tratamento, avaliação e adaptação do funcionamento processual, durante a operação da cadeia;
  • Sistemas orientados a serviços;
  • Processo produtivo estruturado por módulos, permitindo a adaptação a demandas específicas;
  • Tomada de decisões descentralizada, baseada no processamento de informações pelos diversos componentes do sistema;
  • Virtualização, que consiste na ideia da construção de uma interface virtual que funcione como réplica da estrutura física;
  • Sistemas interoperáveis, baseados na comunicação ininterrupta entre componentes, por meio da internet das coisas.

O papel da internet na indústria 4.0

Todos os conceitos aqui apresentados dependem intrinsecamente de um fator: integração da comunicação empresarial. As várias possibilidades apresentadas se baseiam em processos ágeis e eficientes de interligação dos componentes sistêmicos, e é aí que a internet se torna essencial.

Ela deixa de ser um suporte produtivo e passa a ser um componente que permeia os elementos empresariais para garantir que eles funcionem de forma integrada. Isso significa que a função empresarial já não faz sentido isoladamente e o foco está na ideia do funcionamento sistêmico das operações.

Suas vendas, seu controle de estoque, controle financeiro  e todas as demais atividades, só são consistentemente desenvolvidas quando se orientam a um contexto mais amplo. E para tanto, precisam receber entradas e transmitir saídas que transitam graças à internet.

Como se preparar para a transição

É importante perceber que as mudanças descritas não vão acontecer naturalmente. Você precisa preparar sua empresa para explorar a influência crescente da internet. Mas, ainda que aparente ser, não se trata de nenhum bicho de sete cabeças!

Um fato perceptível é que muitos recursos disponíveis na atualidade já correspondem a grande parte do modelo padrão proposto pela Indústria 4.0. Um dos principais exemplos são os sistemas de gestão ERP.

Essas ferramentas são especialmente projetadas para integrar as áreas dos negócios e criar sinergia nas atuações funcionais. Trata-se da forma mais básica da interface virtual citada no tópico anterior e consiste em um caminho consistente para suportar as operações e a tomada de decisões organizacionais.

Diversos outros exemplos já se encontram disponíveis no mercado e podem oferecer boa parte dessa proposta, que promete revolucionar mais uma vez nossa maneira de criar valor.

O espectro de influência da indústria 4.0

Os conceitos aqui apresentados podem soar genéricos em um primeiro momento, mas é importante ter a consciência de que todos eles são aplicáveis a qualquer segmento de atuação. Indo mais longe, todos são adaptáveis a negócios de qualquer porte e em qualquer lugar.

Não adianta tentar fugir da ideia de modernização. Ela não é um diferencial, mas um requisito competitivo para os próximos anos. Sua empresa tem duas opções: abraçar a mudança e lucrar no processo ou resistir a ela e fracassar.

Invista de forma consciente na ampliação do uso da tecnologia em sua organização e mantenha-se ligado às novidades que podem aprimorar seu processo de gestão. Se você espera ter um negócio que sobreviva ao futuro, é importante entender que você precisará construí-lo.

 Gabriela Vitória – Analista de Marketing do GestãoClick 

Siga a Kryp nas redes sociais
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *