Posts

, , ,

Marketing digital: ações que vão te ajudar a lucrar mais no natal

Quem trabalha com comércio sabe que ele é feito de temporadas e está sempre à frente do período atual, pensando na próxima campanha e nas ações sazonais. Carnaval pensando na páscoa, páscoa pensando no dia das mães e assim por diante. As datas comemorativas são a grande oportunidade de vendas, principalmente no fim do ano. O natal é a época mais lucrativa do comércio, seja ele físico ou eletrônico, porque todo mundo tem alguém para presentear nesse período, não é? Em 2016, o faturamento de vendas online no natal chegou a R$7,7 bilhões no Brasil. Segundo o Google, o e-commerce deve dobrar a participação do faturamento no varejo até 2021. Isso significa que mais pessoas comprarão pela internet. E o que sua empresa está fazendo para aumentar as vendas online neste natal? O marketing digital é uma ótima alternativa, sabia?   

Ao entender como funciona a estratégia de marketing digital, você conseguirá aumentar sua lucratividade neste período, olha só:   

1. Crie Landing Pages e pop-ups  

Para uma boa campanha de natal, é fundamental que você gere leads através de landing pages específicas de natal. Assim você conseguirá nutrir os leads interessados na campanha e captar as informações necessárias para esta ação sazonal. 

landing page

Existe, também, a possibilidade de criar pop-ups estratégicos em páginas específicas, como a home e as páginas de produtos promocionais de natal. Mas cuidado com o excesso, evite pop-ups muito invasivos que atrapalhem a experiência do usuário. Isso fará com que ele saia do seu site e migre para outro. 

Lembre-se: sempre ofereça algo em troca pelas informações do contato, como cupons, promoções e etc, para que ele se sinta atraído em preencher a landing page e/ou o pop-up.

pop-up

2. Se relacione com os leads  

De nada adianta capturar os contatos, se você não se relacionar com eles. Use o disparo de e-mail marketing, prepare o discurso e como será essa abordagem especial de natal. Planeje com antecedência como serão suas campanhas de e-mail.  

Personalize a mensagem com as informações oferecidas pelos leads, segmente, faça ofertas e humanize o conteúdo do e-mail. As pessoas tendem a ignorar mensagens que sejam vendas escancaradas. O ideal é você persuadir o cliente a entender que precisa da sua empresa, sem que ele perceba isso. Esse é o papel do Inbound Marketing.  

3. Invista em mídia paga 

Os principais tipos de mídia paga para apostar são: 

Redes sociais: marketing no Facebook é um grande aliado, afinal são 117 milhões de brasileiros ativos na rede social. Sua empresa precisa estar conectada, porque, provavelmente, todos seus clientes potenciais se encontram lá.

Mecanismos de pesquisa: o Google Adwords é muito eficaz, por ser do site de buscas mais usado no mundo, com cerca de 100 bilhões de pesquisas por mês. Ele permite diversos tipos de anúncios, dentro dele mesmo e em sites parceiros cadastrados no Google Adsense.  

Os tipos de anúncios mais populares são: search (relevância no ranking de pesquisa no Google); campanha de display (banners da sua empresa em sites parceiros do Google através da segmentação de público-alvo) e remarketing (rastreamento do Google das pessoas que já acessaram seu link, para que seu banner “persiga” essas pessoas).  

É muito indicado por ser mais abrangente e não ser tão limitado como o Facebook, cujos anúncios aparecem apenas dentro da rede social. 

A mídia paga requer um investimento menor em relação aos outros tipos de mídia, com um retorno relativamente grande e mensurável, ao contrário da mídia offline, por exemplo, na qual não é possível saber quantas pessoas tiveram acesso àquilo, sem um estudo de campo complexo.  

Se você souber filtrar bem quem quer atingir, chegará às pessoas certas para comprar seus produtos e/ou serviços.  

Ho ho ho. O Papai Noel está chegando! Pronto para vender mais com o marketing digital?  

 

marketing digital ações para aproveitar ao máximo o marketing no Natal

Siga a Kryp nas redes sociais

Crise nas redes sociais: como gerenciar?

Como gerenciar uma crise nas redes sociais? Com a disseminação rápida de informação na internet, ficou ainda mais difícil administrar o que falam da sua empresa na rede, né? Por isso é importante seguir alguns passos para gerenciar a crise de forma rápida e eficiente:

  1. Monitore a rede: tenha um sistema e uma equipe preparada para monitorar a rede. Eles devem ficar atentos a tudo que falam sobre a empresa nas redes sociais, portais de notícia e etc. Em alguns casos, agências são contratadas para um trabalho de monitoramento mais eficiente;
  2. Haja rapidamente: na internet, tudo acontece muito rápido, por isso o posicionamento da empresa diante do fato deve ser igualmente ágil. É melhor uma boa resposta rápida do que uma excelente resposta lenta. A empresa precisa reconhecer o problema e dizer que está averiguando a situação e tomando as providências necessárias, ao invés de se calar até ter uma noção maior da situação;
  3. Peça desculpas se o erro foi da empresa: é importante a empresa agir de forma transparente e humana, reconhecendo o erro e agindo a respeito, caso realmente tenha culpa. As pessoas tendem a agir positivamente em relação a isso;
  4. Combata a crise na mesma mídia em que ela apareceu: se a crise surgiu no Facebook, responda lá. Não vá responder no Jornal Nacional, por exemplo, onde vai atingir um público que nem sabia no ocorrido e acabar dando proporções maiores do que deveria;
  5. Monte um time de respostas: prepare pessoas para que tenham autoridade e domínio no assunto para responder à crise. Isso vai agilizar o serviço e garantir respostas mais certeiras.
Siga a Kryp nas redes sociais