Redação Kryp, Autor em Agência Kryptonita

Redação Kryp

Você sabia que quando o departamento de marketing e a equipe de vendas trabalham de maneira independente, a falta de comunicação entre eles pode fazer com que a sua empresa fature menos do que deveria e gaste a mais com esforços redundantes?

Pois é, essa é a razão nº1 pela qual é fundamental que os executivos em posições de decisão conheçam o que é o vendarketing.

Neste artigo, nós explicamos esse conceito, as vantagens de aplicá-lo na sua companhia e por onde começar para implementar o vendarketing. Acompanhe!

O que é vendarketing?

Antes de começarmos a falar sobre o que vendarketing é, precisamos antes de tudo entender os papéis que as duas áreas envolvidas nesse conceito têm na sua empresa: o departamento de marketing e o setor de vendas.

A equipe de marketing

De maneira geral, os times de marketing coordenam muitos esforços. Vamos listar alguns deles?

  • Estratégia e gestão das redes sociais
  • Comunicação de novos produtos, promoções e eventos da empresa 
  • Coordenar campanhas de e-mail marketing
  • Criação de campanhas de anúncios digitais, para publicidade de rua, rádio e televisão
  • Gerir as publicações do blog da marca, para garantir tráfego orgânico para o site
  • Garantir que o branding da empresa seja respeitado em todos esses canais de comunicação e também em canais de comunicação parceiros

Consegue identificar um padrão nessas tarefas? No fim das contas, o que os times de marketing fazem pode ser resumido em três objetivos:

  1. Zelar pela imagem da sua marca
  2. Fazer com que os consumidores conheçam a empresa e desejem o seu produto
  3. Gerar leads, ou seja, oportunidade de negócios para a equipe de vendas
Vendarketing: os papéis da equipe de marketing

Cada uma dessas três tarefas é fundamental para o sucesso da sua companhia.

A equipe de vendas

O setor de vendas está focado em trabalhar os leads gerados pelo departamento de marketing e tentar vender produtos ou serviços para eles. É uma tarefa simples de explicar, mas complexa de executar.

Além disso, para conseguir converter os leads em clientes, a equipe de vendas precisa ter certeza de que o departamento de marketing trabalhou conteúdos para clientes em todas as fases do funil de vendas. Ou seja, eles precisam saber que esse cliente já tirou todas as suas dúvidas sobre a empresa e o produto e chegou até eles nutrido e aquecido.

Assim, vemos que há uma relação clara e direta entre o trabalho dessas duas áreas.

A abordagem do vendarketing

Como você já deve ter percebido, o termo vendarketing é uma junção de vendas + marketing. Esse conceito pressupõe que haja um alinhamento de esforços e objetivos entre as duas áreas para garantir melhores resultados para a empresa.

A seguir, vemos como isto pode ser feito.

5 benefícios do vendarketing para a sua empresa

1. Melhoria na experiência do cliente

Sabe aquela ideia de que o cliente vem sempre em primeiro lugar? Pois é, o vendarketing pode ajudar a agir nesse sentido!

Ao ter a equipe de marketing e o departamento de vendas atuando em conjunto, conseguimos garantir que os dois setores tenham um discurso alinhado. Ou seja, o seu lead vai ouvir as mesmas informações e ser apresentado aos mesmos benefícios, vindos de funcionários desses dois setores, o que confirma as expectativas que construiu sobre a marca.

2. Compartilhamento de inteligência entre as duas equipes: o ponto de partida para taxas de conversão mais altas

Uma comunicação clara entre a equipe de marketing e o setor de vendas, com compartilhamento das informações geradas pelos dois departamentos, potencializa as chances da empresa gerar receita.

Como? Bem, a equipe de vendas conhece bem quais são as principais dúvidas dos clientes que chegam até eles e que os fazem questionar uma possível compra. Se uma informação como essa for compartilhada com o departamento de marketing, seus funcionários podem redobrar os esforços no sentido de amenizar essas dúvidas na etapa de aquecimento do lead. 

O mesmo vale para aqueles benefícios do seu produto ou serviço que mais motivam os potenciais clientes: com essa informação em mãos, enviada pelo setor de vendas, a equipe de marketing pode reforçar a comunicação dessas vantagens.

Além disso, o departamento de marketing pode também mapear quantas e quais vezes o cliente interagiu com a empresa em canais de comunicação para que, ao entrar em contato com ele, a equipe de vendas esteja munida de todas as informações necessárias para garantir a conversão.

Quando esses dois setores compartilham informações sobre a inteligência que conseguiram gerar, o lead tende a receber informações mais úteis e as vendas são facilitadas. Ou seja, quem ganha (literalmente!) é a empresa.

3. Criação de metas mais realistas para os dois times

Quando as duas áreas não trabalham em sinergia, os objetivos de cada equipe se tornam apenas estimativas. Afinal, há uma relação de interdependência entre elas para que os resultados sejam alcançados e, sem conhecer o que está sendo feito pela outra parte, é impossível estabelecer metas reais.

Em compensação, quando as duas equipes sabem quais serão as estratégias usadas durante todo o processo de nutrição do lead, torna-se mais fácil de prever resultados alcançáveis.

Ou seja, o departamento de marketing consegue ter uma noção mais realista de quantas oportunidades consegue e pode gerar para a equipe de venda sem sobrecarregá-los, o que impede que os leads fiquem esfriando à espera de um contato. 

Já o setor de vendas, por sua vez, conseguirá avaliar quanto das oportunidades geradas podem de fato se tornar clientes, baseado nas taxas de conversão da sua equipe.

4. Valores reais para custo de aquisição de cliente e taxas de conversão

Quando a equipe de vendas e a equipe de marketing trabalham de maneira independente, a empresa tem dificuldade para verificar principalmente duas métricas de sucesso: as taxas de conversão de clientes e o custo de aquisição.

Afinal, o que é considerado conversão para o departamento de marketing seria o envio de um lead aquecido para o setor de vendas. Já para o time de vendas, a conversão é calculada quando o lead torna-se um cliente.

O mesmo vale para o custo de aquisição: os dois setores têm gastos nesse sentido que podem até mesmo se sobrepôr, o que torna difícil o cálculo final de quanto o cliente custou para a companhia.

Quando os dois times trabalham dentro da lógica do vendarketing, compartilhando as mesmas ferramentas, as mesmas métricas e objetivos, a empresa tem maior visibilidade tanto dos investimentos feitos, quanto do ROI obtido para angariar novos clientes.

5. Maior capacidade de prever a receita a ser gerada

Já que a conversão pode ser prevista com maior assertividade, o vendarketing também é uma maneira de tornar mais reais as previsões dos ganhos da sua empresa.

Isso facilita para que investimentos em tecnologia, novas contratações, mudanças políticas de benefícios empresariais e outros detalhes da companhia possam ser revistos, planejados e calculados de maneira antecipada, com base em um orçamento para o ano seguinte.

Como garantir a união do departamento de marketing com o setor de vendas?

Depois de chegarmos à conclusão que o vendarketing é uma boa ideia, vamos à pergunta que não quer calar: como colocar em prática esse conceito?

Estabeleça um SLA

O SLA vai servir na sua estratégia de vendarketing para garantir que tanto os times de marketing e de vendas saibam o que compete a cada um e quais são os entregáveis esperados. Ou seja, ele impede falhas na comunicação.

Assim sendo, alguns acordos que podem ser estabelecidos são:

  • Critérios para considerar um lead aquecido o suficiente para ser passado ao setor de vendas
  • Qual é o mínimo e o máximo de leads que devem ser enviados mensalmente para garantir as metas estabelecidas
  • Quais são as informações básicas sobre o lead que devem ser angariadas
  • Quais são os argumentos de venda a serem destacados para cada produto
  • Quantas vezes um mesmo lead deve ser contactado pelo setor de vendas
  • Qual é o tempo máximo que o departamento de vendas deve esperar até entrar em contato com um lead

Com esses acordos estabelecidos, a sinergia do vendarketing tem a faca e o queijo na mão para gerar resultados.

Estabeleça metas compartilhadas

Conhece a expressão “farinha pouca, meu pirão primeiro”? Pois é, quando temos uma lógica de funcionamento individualista, dificilmente o espírito coletivo é privilegiado.

Por isso, para garantir que o vendarketing faça efeito na sua empresa, a transformação precisa ser real! Não basta que os dois times unam inteligência e esforços, eles precisam também responder conjuntamente pelo sucesso da estratégia de vendas. Ou seja, não existe mais o meu sucesso e o seu sucesso, apenas o nosso.

Para tal, a equipe de marketing e o setor de vendas devem ter metas compartilhadas, determinadas a partir de uma estratégia conjunta, com resultados esperados que sejam claros e expressos em números.

Padronize as métricas

Quais indicadores serão os medidores de sucesso do seu vendarketing? Como eles são calculados? Quais ferramentas serão usadas para extrair dados sobre a performance desses KPIs?

Garantir que os mecanismos de mensuração do trabalho também estejam claros para todos os envolvidos nos dois departamentos ajuda assegurar que as metas sejam batidas e que não sejam feitos esforços no sentido de melhorar indicadores que não são relevantes.

Garanta que haja uma comunicação constante

A lógica do vendarketing é simples: as duas áreas passam a responder como uma, estão integradas. E, é claro, a única forma de fazer isso é garantindo que elas se comuniquem.

Para isso, uma boa ideia é estabelecer uma rotina de reuniões periódicas, de forma a estabelecer objetivos, avaliar o desempenho dos dois times conjuntamente e tomar decisões para o futuro.

Além disso, para assegurar o sucesso do vendarketing, é importante também que as duas áreas contem com ferramentas que possibilitem um contato diário, para uma maior sinergia. Elas podem ser um chat, e-mails, um drive na nuvem para compartilharem arquivos, planilhas em que ambos os times possam trabalhar simultaneamente, entre outras tecnologias.

Está convencido de que o vendarketing deve ser aplicado também na sua empresa? Então, a Kryptonita pode te ajudar!

O nosso papel é de ajudar na construção de uma imagem sólida para a sua marca e na fidelização dos seus clientes para gerar incremento nas vendas. Para isso, criamos estratégias de marketing digital muito focadas em Inbound Marketing, de forma a garantir o que o seu público-alvo avance pelo funil de vendas, seja nutrido de informações e chegue até o seu departamento de vendas pronto para se tornar um cliente.

Quer ajuda para implementar esse processo de vendarketing na sua empresa? Entre em contato conosco!

26 de abril de 2021
Ilustração com os times de marketing e vendas em um alinhamento de vendarketing

Vendarketing: descubra o que é e aumente seus resultados

Você sabia que quando o departamento de marketing e a equipe de vendas trabalham de maneira independente, a falta de comunicação entre eles pode fazer com […]
10 de dezembro de 2020

Como a Kryp ajudou a Escola do Mecânico a aumentar a geração de leads em 157%

Sobre a Escola do Mecânico Ajudar as pessoas a transformarem suas vidas fazendo aquilo que elas mais amam por meio de um ensino diferenciado e de […]
9 de julho de 2020
Quais os KPIs de marketing mais importantes

KPIs de marketing: 4 métricas que você precisa acompanhar já!

Quem trabalha com marketing em uma empresa já sabe: apresentar resultados e mostrar o impacto que esse departamento tem dentro de uma companhia não é tarefa […]
29 de junho de 2020
Qualificação de leads

O que é qualificação de leads? Como fazer?

Fazer uma boa qualificação de leads é uma das maneiras mais eficientes de acabar com aquele famoso gap entre Marketing e Vendas, tão comum em empresas […]
17 de junho de 2020
A importância de ter empatia com o cliente

Empatia com o cliente: 3 dicas para sua marca

Ter empatia com o cliente é um dos fatores mais importantes para o sucesso de qualquer empresa, independentemente do seu segmento. Seja para o pequeno negócio […]
9 de junho de 2020
Prospecção de clientes durante a pandemia

Como prospectar clientes durante a pandemia?

Se prospectar clientes já era um desafio antes da pandemia, depois da crise causada pelo novo coronavírus esse processo parece ter se tornado ainda mais complicado, […]
22 de maio de 2020
Como conter os gastos de marketing na pandemia

Marketing na pandemia: descubra como conter os gastos

Veja 5 dicas simples mas que com certeza vão te ajudar a conter os gastos de marketing na pandemia. Continue lendo e confira! Toda empresa de […]
22 de maio de 2020
Como readequar as metas de marketing na pandemia

Metas de marketing na pandemia: saiba como readequar

Diante da crise causada pelo novo coronavírus em praticamente todos os países do mundo, muitos gestores e profissionais da área têm se perguntado: como readequar as […]
19 de maio de 2020
Marketing na pandemia

Marketing na pandemia: 5 cuidados que você precisa tomar

Conheça 5 cuidados de marketing na pandemia que a sua empresa precisa estar atenta. Quem trabalha com marketing já sabe: lidar com uma crise, seja qual […]